segunda-feira, 30 de março de 2009

Uma rápida visita a cidade de Valença do Piauí.

Fotos registradas durante um rápido trabalho que fui fazer na Cidade de Valença do Piauí.














HISTÓRIA DA CIDADE

O município de Valença, teve sua origem na aldeia dos índios Aruaques. No começo do século XVIII, por volta de 1730, alguns jesuítas chefiados pelo Pe. Malagrida, se estabeleceu nas proximidades das nascentes do Rio Tábua com o objetivo de catequisarem os gentios. No local, construíram com o auxílio dos indígenas, algumas choupanas e iniciaram a construção de um gigantesco templo de pedra, do qual há ainda indícios e originou-se a cidade vizinha de Aroazes.

Em 1740, Dom Manuel da Cruz, Bispo do Maranhão, criou na região, uma freguesia sob o orago de Nossa Senhora da Conceição, com isso formaram-se três grandes fazendas que utilizavam escravos para seus serviços, sendo a fazenda Serra Negra a mais importante.

Mais tarde, por determinação da Carta Régia de 19 de junho de 1761, foi criada uma vila em cada uma das oito freguesias da Província do Piauí. Na ocasião, o Governador do Piauí João Pereira Caldas, achou por bem instalar a Vila da Freguesia de Nossa Senhora da Conceição dos Aroazes denominado Caatinguinha, nome este que foi substituído por Valença em homenagem a cidade natal daquele Governador. A vila foi instalada no dia 20 de setembro de 1762. Em toda freguesia existiam 266 casas, 52 fazendas de gado e 1329 habitantes, sendo 751 livres e 578 escravos.

Em 1833 por ocasião da execução do Código de Processo Criminal, ocorrido em todo o Brasil, provocando modificação na organização judiciária do País, Valença ficou termo da Comarca de Oeiras, sendo seu primeiro juiz o Dr. Gastão Ferreira de Gouveia Pimentel Beleza.

No ano de 1836, com a Lei Provinciana no. 52, de 5 de setembro, a sede da freguesia foi transferida para a Vila de Valença, recebendo a Paróquia a invocação de Nossa Senhora do Ó e Conceição. Valença tornou-se independente em 1866, através da Lei no. 592 de 06 de agosto. Com a Proclamação da República foi elevada a categoria de Cidade, pelo Decreto no. 03, de 30 de dezembro de 1889.

Pelo decreto Lei no. 754 de 30 de dezembro de 1943, Valença passou a denominar-se Berlengas, nome este que conservou até 1 de janeiro de 1949, quando por força da Lei no. 128 de 26 de julho de 1948 foi substituído pelo de Valença do Piauí, conservando-o até hoje.

Para ler mais clic AQUI

11 comentários:

victor disse...

Eu moro em valença-RJ, essa Valença do Piaui me parece bastante tranquila também. Abraços

Stanley Rossine disse...

parabéns peo blog, add um link seu no meu site.
www.stanleyrossine.blogspot.com

vamos aproveita a vida disse...

meu pai morra em valeça do piaui e hote dia 25 de abriul foi o anivessario dele e o nome dele e antonio jose ferreira da silva filhor di euvira lazaro muita genti comhense ele la santa rosa ele ta no centro di valeça eu to com muita saudades te amor pai feliz anivessario beijossssssssss♥

costa disse...

Olá adorei as fotos nossa como sinto saudades dai ja se passaram mas de 10 anos q sair de valença atualmente moro no RECIFE mas apesar desses 10 anos ñ esqso minha cidade um so minuto e todos os amigos e familiares q moram na mesma .Abraços para todos .

elizabeth disse...

Cidade linda! Que saudades! Um dia voltarei, se Deus permitir.

BloggerMessi disse...

Eu tambem sou valenciano mas ja faz 19 anos que estou fora porem sempre que posso estou por lat e mesmo assim qualquer imagen que nos faca reelembrar eé bem vinda!!!!!

JOSE disse...

sou de Valença, mai moro em São Paulo desde de 1988, fz portantto 22 anos, mas sinto muitas saudades das coisas boas desta cidade. um abrço do amigo...

gonga disse...

Moro em São Bernardo do Campo a 35 anos, nascí no Roque mnicipio de Inhuma e tão logo fui estudar em Valença em seguida meus pais resolveram mudar para a cidade onde parte da minha familia permanece até hoje. Amo minha terra sou relmente xonado pela sua beleza, sempre que posso viajo para rever parentes e matar a saudade.

gonga disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lorayne Santos disse...

Muito boa a informacao!! Eu nao conheco a cidade, mas alguns dos meus antepassados viveram aí....por isso se vc tiver alguma informacao dos primeros habitantes, ao menos os sobrenomes, eu ficaria grata em rece-la. Obrigada!

PASTOR FERREIRA Filho disse...

sou natural desta cidade maravilhosa.
meu nome é José Filho (conhecido como ze filho) amo este lugar, muito linda minha cidade....saudades