terça-feira, 7 de abril de 2009

Oeiras - A capital da Fé.

Uma pequena seleção de fotos tiradas em minha recente visita a cidade de Oeiras.
Oeiras fica a 350 km de Teresina, é também conhecida como a Capital da Fé devido a grande manifestação religiosa da cidade. Também foi a primeira capital do Piauí.





















UM POUCO DA HISTÓRIA.

Cidade da região Sudeste Piauiense, microrregião de Picos. Fundada em 1761, foi capital do estado do Piauí de 1759 à 1851, está a 166m de altitude, distante 313 Km de Teresina e em 2007 o IBGE estima a sua população em 35.078 habitantes. Oeiras é um ponto de peregrinação, tendo tradição na Semana Santa e nas procissões do Fogaréu e da Descida da Cruz.
Área 2.719,536 km²

Indicadores
IDH 0,625 PNUD/2000
PIB R$ 53.868.688,00 IBGE/2003
PIB per capita R$ 1.551,25 IBGE/2003

História
Oeiras tem origem numa capela fundada em 1695 e dedicada a Nossa Senhora da Vitória. O povoado foi elevado a vila e sede de concelho em 1712. Tornou-se capital do Piauí em 1759, sendo elevada o município em 1761. Foi capital até 1851.

Turismo
Oeiras é uma das cidades mais religiosas do Estado, onde ocorre uma intensa manifestação religiosa. Destacam-se as festas da Padroeira Nossa Senhora da Vitória, em 15/08, de Nossa Senhora da Conceição, em 08/12 e a Semana Santa, talvez a mais movimentada do Piauí, que inclui Procissões como a do Domingo de Ramos, do Fogaréu (quinta-feira) e do Senhor Morto (sexta-feira da Paixão).

Pontos turísticos
Dentre os pontos turísticos mais visitados, pode-se destacar: o Morro do Leme, onde se ergueu uma estátua em homenagem a Nossa Senhora da Vitória, à qual se chega através de uma enorme escadaria; o Morro da Cruz (que teve a cruz, de pedras sobrepostas há mais 100 anos não se sabe por quem nem para quê, deu nome ao morro destruída por vándalos, e construída outra de concreto bem maior e em local diferente), que permite visão privilegiada do município; o Pé de Deus; a Casa da Pólvora; o Museu mais antigo do Piauí; a Catedral de Nossa Senhora da Vitória; a Igreja de Nossa Senhora do Rosário; o Café Oeiras (fechado); o Cine-Teatro(abandonado); dentre os inúmeros Casarios coloniais, ruas estreitas de paralelepípedos e Praças com fontes luminosas (que não funcionam mais).

Capital da Fé - Oeiras é um ponto de peregrinação de fiéis em diversas datas religiosas. A tradicional Semana Santa, maior festa religiosa da região, atrai pessoas de várias regiões do Piauí, provendo um espetáculo ímpar de fé e religiosidade popular. A Procissão de Bom Jesus do Passos, a Procissão do Fogaréu e a Descida da Cruz, são uns dos mais significativos eventos da Primeira Capital.

Nada com isto. Oeiras nada tem a ver com Santa Cruz dos Milagres ou, mesmo, Aparecida do Norte. Não há peregrinos em Oeiras, ninguém faz Romaria a esta cidade. Trata-se, aqui, não de um santuário, onde se acorre em busca de algum milagre, não! A fé, em Oeiras, é autóctone, aquela vivenciada pelo seu povo, a cada dia, a cada evento do calendário religioso, em cada visita à casa do Divino Espírito Santo, em cada presépio montado por ocasião das festas natalinas

Sem contar na Expressões Culturais de seu Folclore e Cultura, destando-se os Congos do Rosário, tido como uma das mais belas expressões Afro-Brasileiras.
FONTE

4 comentários:

blogdocatarino.com disse...

As fotos ficaram muito boas e a cidade parece muito bem cuidada, tudo bem pintado e organizado.
Parabéns pelo trabalho.

Antonio disse...

João,
A cidade tem história e uma praça muito linda, bastante ampla, lembrando bem de perto aquelas do Interior, que ficam movimentadas e cheias de novidades em dias de festa.
É uma pena que os governantes voltem suas atenções e cuidados apenas para o centro. Duas fotos revelaram que há estrada em estado precário, mesmo próximo do centro (muita lama).
Estas cidades, se recebessem mais verbas viabilizaria um cuidado maior às cidades e bairros da periferia.
Abraço.

Júnior Monteiro Pi disse...

Também sou um amante desse estado apaixonante. Porisso me interessei em ser seu seguidor, pq acho que todas essas belezas tem que ser vistas e preservadas. Conte com o meu apoio!

Júnior Monteiro Pi disse...

Adoro todas as fotos divulgadas, e todas elas mostram o quanto o nosso estado é maravilhoso. Parabéns pelas postagens lindas.