quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Visitando a cidade de Pimenteiras.

Imagens da minha breve visita à cidade de Pimenteiras, cidade que fica na Microrregião de Valença do Piauí, a 253 Km da Capital Teresina.


















História de Pimenteiras

Por volta de 1865, chegaram os primeiros habitantes de Pimenteiras, destacando-se Evaristo Braz de Sousa que, acompanhado da família, fundou uma fazenda de gado.

Em 1894, a vinda dos irmãos João e Manoel José Dantas, além de Enéas da Silva Nogueria, atraiu grande número de moradores, contribuindo de forma decisiva para a formação do núcleo.

No entanto, o progresso foi incrementado a partir de 1910, com a chegada de José Pereira Paula e Alexandre de Melo Barbosa, procedentes de Crateús - CE. Incrementaram o desenvolvimento de atividades comerciais, agrícolas e pecuárias, sendo esta última, ainda hoje, a base fundamental da economia do município, que teve sua fase de maior desenvolvimento.

No final de 1953, um grupo de moradores liderado por Elisiário de Melo Barbosa iniciou um movimento visando à obtenção da autonomia administrativa, que foi alcançada em 1954, por ato do então governo Pedro de Almeida Freitas.

Criado o município, pela Lei no. 1.040 de 16 de julho de 1954, a instalação se verificou solenemente no dia 25 do mesmo mês e ano.

O primeiro prefeito do município foi nomeado também por ato do governador, cujo teor era o seguinte: "O governo do Estado do Piauí: Resolve nomear o cidadão Pedro Nogueira Pereira para exercer o cargo, em comissão, de prefeito municipal de Pimenteiras. Palácio do Governo do Estado do Piauí, em Teresina, 09 de Agosto de 1954 (aa) Pedro de Almendra Freitas e Valdir Gonçalves. Prestou compromisso legal e tomou posse nesta data. Valença do Piauí, 17 de Agosto de 1954. O escrivão do judicial (a) Gil de Castro e Silva”

O topônimo admite mais de uma versão. No entanto, a mais provável origina-se do nome dos índios Pimenteiras que habitavam as margens da lagoa do mesmo nome, hoje Lagoa da Estiva, localizada a poucos quilômetros da sede municipal.

Os Precursores

Além de Evaristo Braz de Sousa, dos irmãos João e Manoel José Dantas, Enéas da Silva Nogueira, José Pereira Paula, Alexandre de Melo Barbosa, já mencionados nas notas histórias, é oportuno e justo incluir nesta categoria outras figuras que também contribuíram para o desenvolvimento do aglomerado, posteriormente povoado, e finalmente, município de Pimenteiras.

São figuras inesquecíveis e que, por conseqüência, merecem uma citação. São eles: Sabino de Moura, Luciano Barbosa de Sousa, Xisto Vitoriano de Carvalho, Inácio José Dantas, Joaquim Venâncio Leite, Firmino José Dantas, Manoel Demóstenes de Carvalho, Benedito de Sousa Martins, Cristiano Matias Bernardes, Antão Barroso da Silva, Francisco José Dantas, Antônio, José, João e Candido Martins da Silva Pimentel e João Ribeiro do Nascimento, para os mais íntimos João Cabeça Chata.

Formação Administrativa

Com terras desmembradas do município de Valença do Piauí, o ex-povoado de Pimenteiras, foi elevado à categoria de município pela Lei Estadual No. 1.040, de julho de 1954.

A instalação ocorreu no dia 25 do mesmo mês e ano. Desde sua instalação, até os dias atuais, figura apenas com o distrito sede.

Texto extraído do livro “Pimenteiras Sua História Suas Famílias” Pedro Paula 1998.

Fonte: Pimenteiras.com

5 comentários:

Principe Encantado disse...

Que lugar lindo, podemos viajar com suas imagens.
Abraços forte

patricya disse...

AMO ESSE LUGAR PEQUENO ACONCHEGANTE E CALMO PIMENTEIRAS LENDA DO ZABELÊ EU VOU VOLTAR PRA MINHA TERRA EU VOU VOLTAR PRA VC.LINDO ESSE LUGAR

Filho Manfredini disse...

Ainda não conheço pimenteiras mas pretendo conhecer até o final deste ano. Meus avós paterno moram em pimenteiras - PI.

cirino vilemar disse...

Mesmo morando fora, nunca esqueci o meu torrão natal. Adoooooooro Pimenteiras, se fosse possível, não me ausentaria de lá por um só segundo. Parabenizo a autor deste breve ensaio, só faltaram fotos do Parque de Vaquejada "O Pantanal", do enorme açude da prefeitura, da belíssima cachoeira do Oití.(no período chuvoso) e dos vários poços no rio Sambito com águas cristalinas e geladas,(no período seco). Parabéns!!!!!!!

Luana Chagas disse...

quando cheguei a cida tinha 6 anos.. casinhas de palhas.. quem nos troxe foi meu tio seu cicero paula.. mori dez anos , sai de pimenteiras aos 16 anos ,, passai 10anos sem voltar na cidade hoje eu vlto com frequencia a cidade nos ofereçe muita segurança .. moro no rio de janeiro.. mas ficou a saudade de pimenteiras aonde vivi um parte de minha infança .. a cidade esta linda , pena que a maoria nao ja me conhece mas sou uma desconhecida quando chego ai na cidade .. voltarei em breve.. nas festas juninas.. um abraço a todoss..