quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Fotos da visita a cidade de Porto

Historia da Cidade

Porto, antigo Marruás, foi inicialmente uma simples fazenda de gado, pertencente ao município de Barras. O progresso deveu-se, principalmente, à privilegiada posição à margem direita do rio Parnaíba, favorecido pela navegação fluvial, que liga norte ao sul do Estado, passando pela Capital, incrementou-se o comércio. A construção da primeira capela, edificada por Alexandre José Soares, um dos mais antigos moradores, atraiu muitos fiéis que ali se fixaram, consolidando o núcleo, transformando em importante povoado e porto de escala da navegação do rio Parnaíba.
Mais tarde, em 1944, por força de disposições da legislação federal, que proibia a duplicidade de topônimos das vilas e cidades brasileiras, o município e cidade de João Pessoa passaram a denominar-se Porto, decorrência de sua localização.

Formação Administrativa
Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Marruás, pela lei estadual nº 970, de 25-06-1920, desmembrado dos município de Barras do Marataoan. Sede no atual distrito de Marruás. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1920.
Pelo ato municipal nº 4, de 14-01-1931, o município de Marruá passou a denominar-se João Pessoa.
Em divisões administrativa referente ao ano de 1933, o município já denominado João Pessoa é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
Pelo decreto-lei estadual nº 754, de 30-12-1943, o muincípio de João Pessoa passou a denominar-se Porto.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município já denominado Porto é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.
Alterações toponímicas municipais
Marruá para João Pessoa alterado pelo ato nº 4, de 14-01-1931, aprovado pelo decreto estadual nº 1142, de 22-01-1931.
João Pessoa para Porto alterado pelo decreto-lei estadual nº 754, de 30-12-1943.
Gentílico: Portuense.
Fonte: Biblioteca IBGE.

Fotos tiradas na recente visita a esta bela e pacata cidade.












Um comentário:

Ana Lucia Nicolau disse...

realmente, cidade pacata...para mim que moro em São Paulo, nem consigo imaginar viver num lugar assim...
abs